CUIDADO COM O ALEMÃO!

Edições Vida Nova acaba de lançar no Brasil o livro de Tiago Cavaco, “Cuidado com o alemão”, a propósito dos 500 anos da Reforma Protestante.

A obra pode ser adquirida nas livrarias ou diretamente com Vida Nova: http://bit.ly/2lw60m7

Segue trechos da apresentação brasileira desta ótima obra, que tive o privilégio de fazer:

——

O que aprender de Martinho Lutero, um pregador, professor e escritor cristão alemão que escreveu com “som e fúria” há 500 anos atrás, numa época de convulsão e transição, na Europa Central?

É a essa questão que se propõe responder Tiago Cavaco, pastor batista que serve na Igreja da Lapa, na belíssima Lisboa, capital de Portugal, “a proa da Europa”, e que nos séculos 15 e 16 – a mesma época que forjou Lutero – se tornou “o primeiro império global”.

Nesta nova obra, Tiago oferece-nos um panorama da vida de Lutero, tratando da gênese da palavra “protestante” e enfatizando a justificação graciosa recebida pela fé somente […], “a doutrina que dá aos protestantes a sua exuberância”, como diz o autor, e o tema central da Reforma Protestante, redescoberta a partir da ênfase na suficiência da Escritura Sagrada […].

Posto isso, o autor se debruça sobre três questões importantes da Reforma alemã do século 16 para nós, na atualidade.

O que o autor chama de a “primeira dentada” que Lutero dá em nossa época é o entendimento bíblico e reformado sobre a maldade que impera em nossos corações, quando sem Deus e sem Cristo no mundo. […]

Na “segunda dentada” de Lutero, Tiago aborda a importância que o reformador alemão dava ao ensino, especialmente à educação dos nossos filhos. […]

A “terceira dentada” de Lutero, dada em nossa época, relaciona-se com a música e as artes em geral. […]

Como Tiago afirma, provocadoramente, em certa parte do livro, “todos os pastores protestantes que nunca leram sermões de Lutero deviam ser despedidos. E envergonhados publicamente”. […]

O leitor encontrará, também, abundantes referências culturais, como músicas, filmes, livros clássicos e populares, numa criativa e perceptiva interação com a cultura – o que pressupõe robusto entendimento da graça comum e do mandato cultural. […]

Se o leitor está desconfortável diante da crise e mal estar que grassa na cultura ocidental e também se aflige com o estado das igrejas cristãs, e ainda assim, clama por “algo para acreditar”, esta preciosa obra de Tiago Cavaco o ajudará a encontrar o Senhor nos Altos Céus, que se agrada de responder por meio de Cristo as orações daqueles que clamam com fé, perdoando e sustentando por sua graça graciosa.

cuidado-com-o-alemao