A VIOLÊNCIA EXPLODE NO BRASIL

O Jornal Nacional, na segunda-feira, calculou que “só nos quatro primeiros meses de 2016 o Estado do Rio de Janeiro teve 21 roubos a cada hora e 14 assassinatos por dia. Os registros de homicídio crescem a cada mês. Já são 1.715, um aumento de 15% em comparação ao mesmo período de 2015. Os roubos também subiram. Foram mais de 63 mil, aumento de 21% comparado com o início de 2015”.

Esta não é a realidade apenas do Rio de Janeiro, mas de todo o país. O Mapa da Violência de 2015 mostra que mais de 42 mil brasileiros foram mortos por armas de fogo em 2012 – o Brasil, o país do Estatuto do Desarmamento, aparece na 11ª posição entre aqueles com mais mortes por arma de fogo no planeta.

Entre os culpados, estão os “especialistas” em segurança pública, todos, rigorosamente todos, adeptos da ideologia socialista/esquerdista pró-bandido, que só contribui para piorar cada vez mais o problema.

Enquanto não forem adotadas medidas sérias e duras contra a criminalidade, como a valorização das forças policiais, e a reforma nos sistemas judiciário e prisional, que erradiquem a impunidade, esqueçam: o país, que já vive uma decomposição ética, caminha para a desagregação sócio-política.

VIOLÊNCIA EXPLODE NO BRASIL