ASSIM É FÁCIL SER SOCIALISTA

Na semana passada O Antagonista publicou a planilha com repasses de Dilma Rousseff aos blogs e sites esquerdistas em 2016. Os valores incluem a verba publicitária da Secretaria de Comunicação, dada por meio de campanhas de programas oficiais, e o patrocínio de bancos públicos e estatais, como a Petrobras, o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Os contratos firmados às vésperas do impeachment somam R$ 11,2 milhões – de um total de R$ 94,7 milhões gastos com publicidade na internet:

– Brasil 247: R$ 1,29 milhão
– DCM: R$ 1,11 milhão
– Carta Maior (site): R$ 921 mil
– Forum: R$ 921 mil
– Paulo Henrique Amorim: R$ 865 mil
– Luís Nassif: R$ 814 mil (mais contrato com a TV Brasil de R$ 761,58 mil)
– Carta Capital (site): R$ 664 mil
– Sidney Rezende: R$ 409,5 mil
– CGM: R$ 359 mil
– Pragmatismo Político: R$ 219 mil
– Blog do Esmael: R$ 169 mil
– Viomundo (LC Azenha): R$ 166 mil
– O Cafezinho: R$ 124 mil
– Opera Mundi (Breno Altman): R$ 83 mil

O mesmo ocorria na TV Brasil, uma emissora pública que consome R$ 1 bilhão por ano e que não tem nenhuma audiência.

– Aderbal Freire Filho: R$ 68 mil (casado com a atriz Marieta Severo)
– Paulo Markun: R$ 585 mil
– Paulo Moreira Leite: R$ 279 mil
– Emir Sader: R$ 227 mil
– Tereza Cruvinel: R$ 182 mil

Agora ficou claro por que estes jornalistas, sites e blogs defenderam com tanto empenho e tão ferozmente o governo Dilma Rousseff.

Os contratos dos blogs e sites, que tinham validade até dezembro, foram cancelados pelo governo de Michel Temer. Os contratos da TV Brasil estão suspensos e serão renegociados. Como o ideal socialista acaba quando seca a torneira, será engraçado acompanhar como estes “jornalistas” farão para sobreviver.

E a conclusão que fica é que mortadela e tubaína são só para os “idiotas úteis”… os esquerdistas de verdade ganham caviar e champanhe.

 assim-e-facil-ser-socialista