A IMPORTÂNCIA DA ORAÇÃO DE CONFISSÃO

Nossos pais espirituais, no passado, em momentos críticos, ajuntavam o povo de Deus para se unir em jejum e oração, para implorar perdão e santa visitação da parte do Deus uno e trino, o criador soberano.

Portanto, considerem incluir em suas ordens de culto ou liturgias, neste domingo, um momento de confissão de pecados, quebrantamento e intercessão, para que Deus visite com seu Espírito Santo sua igreja, a cruz de Cristo Jesus seja magnificada, e graça e misericórdia seja concedida ao povo brasileiro.

“E Abraão continuou: Não se ire o Senhor, pois falarei só mais esta vez. E se achares ali dez [justos]? O SENHOR concordou: Não a destruirei [a cidade] por causa dos dez.” (Gn 18.32)

“Se eu fechar o céu para que não chova, ou se ordenar aos gafanhotos que devorem a terra, ou se enviar a praga entre o meu povo; e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, orar e buscar a minha presença, e se desviar dos seus maus caminhos, então ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Os meus olhos estarão abertos e os meus ouvidos atentos à oração que se fizer neste lugar.” (2Cr 7.13-15)

“Portanto, confessai vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros para serdes curados. A súplica de um justo é muito eficaz.” (Tg 5.16)

[Imagem: Betende Hände, Albrecht Dürer, c. 1508.]

 a-importancia-da-oracao