KARL MARX: “UM MALDITO SOFISTA”

“O Marx útil, se assim posso dizer, o que mudou a história do mundo, é aquele que espalhou idéias falsas: a taxa de mais-valia que ele sugere deixa crer que a nacionalização dos meios de produção permite que os trabalhadores recuperem quantidades enormes de valor, monopolizadas pelos detentores dos meios de produção e o socialismo, ou pelo menos o comunismo, eliminaria a categoria ‘econômico’ e a própria ‘ciência sórdida’. Enquanto economista, Marx foi talvez o mais rico, o mais apaixonante de sua época. Enquanto economista-profeta, enquanto antepassado putativo do marxismo-leninismo, foi um maldito sofista, que tem sua parte de responsabilidade nos horrores do século XX”.

Raymond Aron, “Memórias”, p. 734, citado em Raymond Aron, “O marxismo de Marx” (São Paulo: Arx, 2003), p. 13-14.

karl-marx-sofista