Gálatas para você

Martinho Lutero escreveu dois comentários à Epístola aos Gálatas (1519 e 1535). O primeiro comentário foi baseado nas preleções que ele fez à epístola, em 1516-1517. Ele disse que “no transcorrer desses estudos, o papado soltou-se de mim”. E depois: “Quando comprometido com esse tipo de ensino, o papado cruzou meu caminho e quis impedir-me. É óbvio para todos como isso aconteceu, e irá acontecer de forma ainda pior. Eu não serei impedido”. E, por fim: “É a minha epístola; casei-me com ela; é minha epístola”.

Recomendo este lançamento de Vida Nova, escrito por Timothy Keller, o primeiro da série “A Palavra de Deus para Você”. Como ele afirma: “O livro de Gálatas é dinamite pura. (…) Nessa breve carta (…) Paulo delineia a verdade bombástica de que o evangelho é o abecedário da vida cristã. Ele não é apenas a maneira pela qual se entra no reino; ele é a maneira pela qual se vive na condição de participante do reino. É a maneira pela qual Cristo transforma as pessoas, igrejas e comunidades”.

11252681_872480739492342_8648096214896870775_n

Loja virtual – Vida Nova