Comentário Bíblico da Reforma

Os reformadores do século XVI foram sobretudo expositores bíblicos – mais do que teólogos sistemáticos ou apologistas. A série Comentário Bíblico da Reforma, que começou a ser lançada pela Cultura Crista Editora no Brasil, é um extraordinário testemunho desta ênfase. Cada volume lançado comenta integralmente os livros bíblicos a partir dos sermões e comentários de Martinho Lutero, Ulrico Zuínglio e João Calvino, mas também de Jacobus Armínio, Richard Baxter, Theodoro Beza, Martin Bucer, John Bunyan, Thomas Cranmer, Erasmo de Roterdã, John Knox, Filipe Melanchthon, Kaspar Olevianus, John Owen, William Perkins, Menno Simons, Juan de Valdés e muitos outros.
O leitor tem, nestas obras, um comentário detalhado dos livros bíblicos estudados, mas sobretudo uma coletânea de citações dos principais escritores das reformas que ocorreram na Alemanha, Escócia, Espanha, França, Holanda, Inglaterra e Suíça. Somente a “introdução geral”, escrita por Timothy George, já vale a leitura atenta, tamanha a profundidade e riqueza de informações. Aliás, há introduções sobre os livros bíblicos explanados, esboço biográfico de cada teólogo, linha do tempo e mapa da Europa. No mundo de fala inglesa já foram publicados sete volumes. E que venham outros, destes que já são um dos mais importantes lançamentos em nosso idioma sobre a reforma protestante, que em 2017 celebrará seus 500 anos de início. E que estes comentários nos ajudem a honrar os reformadores naquilo que eles faziam de melhor, expor com profundidade as Sagradas Escrituras.
11130427_829902333750183_580334582505553226_o